Novo exame do HC-SP facilita tratamento da gastrite

O Hospital das Clínicas (HC) de São Paulo lançou exame inédito na rede pública estadual para auxiliar na identificação da Helicobacter pylori, bactéria causadora de gastrite, úlcera de estômago e duodeno. O teste respiratório da uréia marcada com carbono 13 é uma alternativa à endoscopia.

Agência Estado |

Pode ser realizado em crianças, gestantes e mulheres que estão amamentando porque não envolve radiação. Além disso, é indolor, dispensa anestésico e acompanhante.

O teste respiratório consiste na ingestão de 75 mg de uréia marcada com carbono 13 misturada com suco de laranja ou maça. Dentro do estômago, a uréia entra em contato com substância gerada pelo H. pylori. A reação produz bicarbonato e amônia. O bicarbonato penetra na corrente sanguínea e é expirado pelo pulmão na forma de CO2 marcado.

Antes de ingerir a substância, o paciente sopra dentro de uma bolsa de alumínio com tampa. Em seguida, toma o suco com a uréia e 30 minutos depois sopra novamente em outra bolsa. As bolsas são conectadas ao equipamento, responsável pela leitura do material recolhido. O resultado do exame sai em três minutos.

A única exigência do exame é parar de tomar a medicação receitada pelo médico para o tratamento da doença e não tomar antibiótico 30 dias antes da realização do teste. Para o exame, o Hospital das Clínicas investiu na aquisição de máquina de procedência alemã.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG