Novo ¿caveirão¿ é apresentado no Rio

RIO DE JANEIRO - A secretaria estadual de Segurança apresentou na manhã desta quinta-feira, no pátio do Batalhão de Policiamento de Choque (BPChq), no Estácio, o primeiro dos nove veículos blindados que até o fim do ano vão equipar as polícias Militar (sete) e Civil (dois). As novas unidades foram adquiridas em maio por R$ 3,6 milhões e, segundo o Comando Militar, as três primeiras vão reforçar o 16º BPM (Olaria), o 22º BPM (Maré) e o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope).

Redação |

Cada viatura blindada de transporte de tropa tem capacidade para transportar até 20 policiais, suporta um peso total de até 15 toneladas e blindagem nível III - capaz de suportar disparos de armas calibre ponto 30. O veículo possui chassi VW 17.230, motor de seis cilindros com 180 cavalos, câmbio manual de seis marchas e ré, torre de ação prolongada com seteiras para vários tipos de armamentos e pestana para proteção dos vidros dianteiros do motorista.

Ignácio Ferreira

Unidades custaram R$ 3,6 milhões

O blindado possui ainda vidros com 56 milímetros de espessura, limpa-trilho, isolamento térmico em poliuretano, ar-condicionado, pára-choques dianteiro com porta-cambão utilizado em regate, maca com protetor de pescoço, quatro extintores e sirene megafone.

O coronel Federico Caldas, relações públicas da PM, explicou que os novos veículos apresentam nível de blindagem considerada ideal para as operações realizadas em sua área de atuação.

Podem suportar calibres até ponto 30, que são de armas de grande potencial de destruição. Embora os antigos blindados suportassem tiros de fuzil, agora esses novos veículos vão aumentar ainda mais a proteção dos policiais, salientou.

Ignácio Ferreira

No total, foram comprados nove veículos

Os novos blindados também são equipados com duas câmeras externas e, internamente, uma tela de LCD permite aos policiais envolvidos na operação a visualização dessas imagens.

Essas imagens são muito importantes porque elas multiplicam a visão do policial, que passam a ter, com segurança, uma visão periférica. A PM está avaliando, inclusive, a possibilidade de recuperar as imagens, que poderão ser usadas inclusive no planejamento estratégico de operações futuras em determinada área, adiantou o coronel.

As novas viaturas contam ainda com GPS, sistema de identificação por satélite que permite a localização do veículo em tempo real. O equipamento pode ser acionado em caso de necessidade de apoio ao grupo que está realizando alguma operação e que solicita o reforço de outras tropas para agir em conjunto com esse blindado.

Leia mais sobre: caveirão

    Leia tudo sobre: blindadocaveirãopolíciarioveículos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG