Nove dos 11 ocupantes do avião C-98 Caravan da Força Aérea Brasileira (FAB), que caiu na selva amazônica ontem de manhã, sobreviveram. A informação foi transmitida à Fundação Nacional de Saúde (Funasa), do Ministério da Saúde, pelo Comando da Aeronáutica, segundo fonte do governo.

O avião, tripulado por quatro membros da Aeronáutica, desapareceu entre Cruzeiro do Sul (AC) e Tabatinga (AM) e foi localizado por índios da tribo Matis.

Sete dos 11 que viajavam no C-98 foram enviadas pela Funasa para uma campanha de vacinação de populações indígenas. "Segundo as informações, a aeronave encontra-se em meio à Floresta Amazônica, entre as Aldeias Aurélio (da Tribo dos Matis) e Rio Novo (da Tribo dos Murugos), próximo ao Rio Ituí, afluente do Rio Javari", informou a Aeronáutica, em nota. Imediatamente, foi iniciada uma operação para o resgate dos sobreviventes, envolvendo as aeronaves que já estavam participando das buscas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.