Nova técnica permite extração de rim para doação pelo umbigo

Nova técnica desenvolvida pelos especialistas Paul Curcillo e Stephanie King, da Drexel University College of Medicine, na Filadélfia (EUA), a permite remoção do rim por uma pequena incisão no umbigo. O novo procedimento para transplantes já foi utilizado onze vezes pelo médico Inderbir Gill e sua equipe, na Clínica Cleveland, e diminuiu o tempo de recuperação dos doadores.

Agência Estado |

Gill acredita que o procedimento poderá incentivar a doação de rim. Mais de 80 mil americanos estão esperando por doações de rins. No ano passado, houve cerca de 13,3 mil doadores de rins no país, dos quais 45% eram doadores vivos, de acordo com Organ Procurement and Transplantation Network.
De acordo com Curcillo, a técnica "vai definitivamente facilitar as coisas" para o doador. "Um doador é uma das pessoas mais altruístas que você pode conhecer. Ele está abrindo mão de seu rim. Então, qualquer coisa que você possa fazer para melhorar as coisas para o paciente, ele merece", disse.

Dados preliminares mostram que nove doadores submetidos ao procedimento se recuperaram em menos de um mês, enquanto doadores da técnica antiga, que faz de quatro a seis incisões, levaram mais de três meses para se recuperarem. O relatório sobre os quatro primeiros pacientes sai na edição de agosto do Journal of Urology .

AP/AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG