Nova operação para retirar agulhas é marcada para 4ª

É considerada satisfatória a recuperação do menino de dois anos e sete meses que teve o corpo perfurado por dezenas de agulhas na cidade de Ibotirama, interior da Bahia. A equipe médica do Hospital Ana Néri, em Salvador, onde a criança está internada, marcou para quarta-feira a próxima intervenção cirúrgica.

Agência Estado |

Dessa vez serão retirados objetos da bexiga e do intestino. Eles não vão mexer por enquanto no fígado.

Segundo médicos, um ecocardiograma constatou que a saúde do garoto está normal depois da cirurgia a que ele foi submetido na sexta-feira para retirada de agulhas do coração e do pulmão. O diretor do hospital Roque Aras afirmou que "o coração já é um problema superado". O menino está sem febre, alimentando-se normalmente e até brinca com carrinhos que a mãe pega na brinquedoteca da unidade médica. Ela aguarda a chegada do pai do garoto, que viajará até Salvador para visitar o filho.

Em Ibotirama, o juiz plantonista Antonio Marcos Martins atendeu ao pedido do delegado Elder Fernandes e prorrogou por mais cinco dias a prisão temporária dos três acusados do crime: o ex-padrasto do menino Roberto Carlos Magalhães, a suposta amante dele, Capistana Ribeiro dos Santos, e uma amiga de Angelina, que se apresenta como mãe de santo, Maria dos Anjos Nascimento. O delegado quer concluir o inquérito ainda nesta semana.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG