Nova linha do Metrô-SP deve ter catraca livre em janeiro

Em janeiro, quando tiverem início os testes com trens na Linha 4-Amarela da Companhoa do Metropolitano de São Paulo (Metrô), as catracas devem ser liberadas para a população conhecer o trajeto. O mesmo esquema já foi utilizado no período de testes das linhas 1-Azul e 2-Verde.

Agência Estado |

O primeiro trecho a entrar em operação será entre as futuras estações Faria Lima e Paulista, o mesmo trajeto do teste com catraca livre. Apenas um trem fará esse percurso nos primeiros meses de 2010, até que as composições restantes cheguem ao Brasil.

O Metrô informa, no entanto, que a catraca livre para o usuário é uma ação que deve ser definida pela concessionária. "Conforme prevê o contrato de concessão de operação da Linha 4-Amarela do Metrô, o concessionário ViaQuatro apresentará as diretrizes operacionais, inclusive sobre eventuais visitas controladas do público, que serão avaliadas tempestivamente pelo poder concedente", diz a nota. A ViaQuatro informou que não pode se pronunciar sobre o assunto.

O contrato de concessão prevê a compra de 14 trens nessa primeira fase de operação da linha, até o final de 2010: estações Luz, República, Paulista, Faria Lima, Pinheiros e Butantã. O descumprimento pode acarretar, inclusive, na perda da concessão. "O cronograma da entrega dos trens está compatível com a demanda prevista para o início da operação da linha. Seguindo esse cronograma, o primeiro trem será entregue já no fim de novembro e os 13 restantes chegarão gradativamente até o fim de junho de 2010", informa a Assessoria de Imprensa da ViaQuatro, responsável pela operação e manutenção da nova linha. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG