Fundação José Sarney teria desviado recursos da Petrobrás para empresas fantasmas e outras da própria família do peemedebista" / Fundação José Sarney teria desviado recursos da Petrobrás para empresas fantasmas e outras da própria família do peemedebista" /

Nova denúncia contra Sarney impõe instalação da CPI da Petrobras, diz oposição

BRASÍLIA ¿ A oposição decidiu aumentar nesta quinta-feira a pressão contra o Governo para instalação da CPI da Petrobras. O embate que já dura algumas semanas acirrou pela manhã após a nova denúncia divulgada hoje pelo jornal O Estado de S. Paulo. De acordo com a publicação, a http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2009/07/09/sinopse+de+imprensa+fundacao+de+sarney+da+verba+da+petrobras+a+empresas+fantasmas+7193949.html target=_blankFundação José Sarney teria desviado recursos da Petrobrás para empresas fantasmas e outras da própria família do peemedebista

Carollina Andrade, repórter em Brasília |

Agência Senado

José Sarney enfrenta nova acusação

O dinheiro seria repassado em forma de patrocínio para um projeto cultural que nunca saiu do papel. Do total de R$ 1,3 milhão repassado pela estatal, pelo menos R$ 500 mil foram parar em contas de empresas prestadoras de serviço com endereços fictícios em São Luís (MA) e até em uma conta paralela que nada tem a ver com o projeto, relata a matéria.

Segundo o líder do DEM no Senado, José Agripino Maia (RN), a nova denúncia impõe a urgência para instalação da CPI. "Os fatos impõem a necessidade da CPI. Ela não vai investigar apenas Sarney, mas agora o PMDB fica ainda mais obrigado a participar da CPI", disse Agripino na manhã desta quinta-feira.

Para o líder do PT no Senado, Aloizio Mercadante (SP) a denúncia deve ser apurada com todo rigor. Entretanto, segundo ele, o fato não atinge a estatal já que ela apenas patrocinava eventos por meio da Lei Rouanet de incentivo à cultura.

"A Petrobras Cultural cuida de acervos e monumentos históricos, a prestação de contas tem que ser feita com o Ministério da Cultura. A execução das atividades deve ter acompanhamento certamente (..) Estou aguardando um pronunciamento da Fundação, mas não vejo inicialmente nenhuma relação direta com o que estamos tratando, afirmou.

Os líderes do Governo estão reunidos neste momento para discutir uma estratégia em torno do impasse para instalação da CPI. A oposição, por sua vez, aguarda o final do encontro e cobra que haja uma definição de nomes para ocupar o cargo de relator e presidente da Comissão. Caso não haja acordo, a oposição  promete entrar com um mandato de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF).

Veja também:

Leia mais sobre: Sarney - Senado

    Leia tudo sobre: sarneysenado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG