Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Nós e o inverno

Nós e o inverno Por Vitório Maddarena Júnior (*) São Paulo, 31 (AE) - A chegada do inverno traz algumas modificações no nosso dia-a-dia. Nosso organismo necessita de mais energia para manter a temperatura corporal em torno dos 36 graus.

Agência Estado |

O ritmo de renovação celular da pele também se altera. Os banhos são mais quentes, sem contar que à hora das refeições, elegemos aquelas comidas mais "substanciosas". Todo esse conjunto de alterações presentes nesta época mais fria do ano traz repercussões importantes para o funcionamento do organismo.


Como está mais frio, suamos menos. O resultado são os poros da pele menos "lavados", acumulando restos de células mortas e impurezas, resultando em manchas e irregularidades de pele. É freqüente preferirmos caminhar pela calçada onde há sol. Resultado: os raios ultravioleta, os quais, sabemos, aceleram o envelhecimento cutâneo, continuam atingindo nossa pele. E os banhos mais quentes e demorados retiram a camada de óleo natural que possuímos sobre a pele. Sem essa proteção o corpo começa a coçar após o banho e a pele torna-se mais ressecada.


Na hora de comer acabamos deixando de lado as frutas e verduras e damos preferência aos alimentos mais gordurosos e calóricos. Assim, diminuímos a ingestão de fibras e o intestino sentirá essa mudança. As evacuações ficam mais difíceis, pois as fezes tornam-se desidratadas e o esforço para eliminá-las é maior, e enquanto paradas no intestino grosso, substâncias tóxicas que normalmente seriam eliminadas, serão reabsorvidas.

As dietas mais calóricas acabam não sendo totalmente consumidas para a produção de calor e freqüentemente saímos do inverno com alguns "quilinhos" a mais, pois além da fome (necessidade de comer), há o apetite (prazer em comer), com o qual precisamos tomar cuidado. Dessa forma, se no verão o a exposição solar excessiva é a nossa preocupação, no inverno também temos de tomar alguns cuidados:

- Alimente-se bem e corretamente, mas sem exageros. Coma a cada três horas;

- Não se esqueça das fibras da dieta. Elas auxiliam no funcionamento do intestino;

- A ingestão de líquidos, embora menor, é fundamental;

- Evite banhos muito quentes e/ou muito demorados;

- Use um hidratante de boa qualidade após o banho;

- Aproveite esta época mais fria do ano para os tratamentos esfoliantes da pele - "peelings";

- Use um bom filtro solar pela manhã - o que importa é a luz solar, não a temperatura;

No mais, é só se agasalhar e esperar o verão voltar! Bom inverno!

(*) Dr. Vitório Maddarena Júnior é cirurgião plástico e médico do Hospital e Maternidade São Luiz

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG