SÃO PAULO - Duas pessoas morreram e outras três foram baleadas em quatro casos distintos de violência no bairro do Grajaú, zona sul de São Paulo.

Júlio César Santos, 18 anos, e sua namorada de 17, foram atingidos pelo padrasto da garota, que tentava agarrá-la, mas foi impedido pelo jovem.

Os dois foram levados ao Hospital Geral do Grajaú, onde ela morreu e o rapaz segue internado. O estado de saúde dele não foi divulgado. O atirador conseguiu fugir.

Assaltos

Um taxista que teria reagido a uma tentativa de assalto foi morto a tiros por dois homens em uma motocicleta. Ele chegou a ser atentido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no pronto-socorro do Grajaú.

Em outro caso, Roberto Alves de Oliveira foi baleado após fugir de um assalto. Ele foi encaminhado ao pronto-socorro do bairro. Seu estado de saúde não foi divulgado.

Em um suposto acerto de contas, um mecânico da Viação Dutra foi baleado dentro da garagem da empresa. Ele também foi encaminado ao hospital e seu estado de saúde não foi divulgado

Leia mais sobre: violência

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.