No RN, Lula defende alternância de poder

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que alternância de poder é importante para a democracia. Em visita a uma refinaria da Petrobras, no interior do Rio Grande do Norte, a 165 quilômetros de Natal, ele avaliou que na política ninguém é insubstituível ou imprescindível.

Agência Estado |

"É importante que haja uma espécie de alternância de poder, rotação, para exercermos a democracia em toda a sua plenitude", afirmou. "Não se pode brincar com a democracia, ficar mais um, mais dois, porque aí começa a nascer um ditadorzinho."

A uma plateia formada por funcionários da Refinaria de Petróleo Clara Camarão, o presidente avaliou que oito anos é pouco para quem governa e uma "eternidade" para a oposição. "Estamos chegando ao final de um mandato. Passa rápido, é uma desgraça", disse. "Mas demora para a oposição. Eu compreendo."

A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, candidata preferida de Lula para a disputa presidencial de 2010, não o acompanha na visita ao Nordeste. O nome dela, porém, foi citado pelas autoridades que discursaram. O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e a governadora Vilma de Farias disseram que Dilma é "guerreira" e teve papel importante na ampliação da refinaria.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG