No Rio, Cidade da Música ainda vai consumir R$ 150 mi

Técnicos da prefeitura do Rio que fazem uma auditoria nos contratos de execução de obra da Cidade da Música, na Barra da Tijuca, zona oeste da cidade, avaliam que a casa de concertos vai levar mais de um ano para ser inaugurada e que serão necessários mais de R$ 150 milhões para concluir sua construção. A informação é de um relatório preliminar divulgado ontem pelo RJTV 2ª Edição, da Rede Globo.

Agência Estado |

O trabalho de auditoria deverá durar mais quatro meses, segundo a prefeitura.

De acordo com a reportagem, o relatório aponta irregularidades e apenas a compra de sete equipamentos de som teriam sido superfaturados em R$ 1,3 milhão. A obra, que começou em 2003, custou, até agora, mais de R$ 500 milhões. Em nota enviada à TV Globo, o ex-prefeito Cesar Maia informou que a conclusão da obra deveria acontecer em quatro meses e custaria R$ 85 milhões aos cofres públicos, dinheiro que havia sido deixado em caixa.

A Cidade da Música ocupa uma área de 95 mil metros quadrados e tem 87 mil metros quadrados de área construída. Mas nem tudo está pronto. Cinco dias antes de deixar a prefeitura, Maia inaugurou o maior complexo de música do Rio tendo apenas a Grande Sala, a principal delas, acabada. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG