Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

No País em que homens são minoria, Mato Grosso é exceção

De acordo com os números, chance de uma mulher conhecer paixão da sua vida é maior em bar de Cuiabá do que na Vila Madalena, em SP

Helson França, iG Mato Grosso |

Segundo o Censo 2010, as estatísticas são "desanimadoras" para as mulheres. Elas somam 3,9 milhões a mais que homens no País. Em alguns Estados, porém, a realidade é outra. Quando o público feminino se pergunta onde estão os homens, a resposta, e uma boa parte deles, pode estar no calor de Mato Grosso - onde as temperaturas médias da capital, Cuiabá, giram em torno de 40ºC.

Veja aqui a lista das populações de todas as cidades brasileiras

.

MiGComponente_C:1300114159127O Estado atrai todos os anos uma multidão de pessoas dispostas a trabalhar muito para enriquecer junto com o Estado, um dos que mais crescem no País. Boa parte dessa migração é masculina, de homens que vão trabalhar na agricultura.

O resultado, segundo os números do Censo, é que Mato Grosso é o Estado que possui, proporcionalmente, a maior quantidade de homens por mulher do Brasil. São 104 homens para cada 100 mulheres. Em números absolutos, são 1.548.894 pessoas do sexo masculino e 1.485.097 do sexo feminino.

Portanto, de acordo com os números, a chance de uma mulher conhecer a paixão da sua vida é maior em um bar de Cuiabá do que na Vila Madalena, em São Paulo, nas praias do Nordeste ou nos botecos de Belo Horizonte.

Aliás, Balbinos, no interior de São Paulo, seria ainda mais atraente do que o Estado de Mato Grosso, se não fosse um problema estatístico. Ela é a cidade com a maior quantidade de homens a cada grupo de mulheres no Brasil: são 429 homens para cada 100 mulheres na pequena cidade de 3.702 habitantes. Ao todo, há 3.002 homens e 700 mulheres. Só que há tantos homens porque a cidade tem duas penitenciárias, que têm pouco mais de 2 mil presos do sexo masculino.

O Censo mostra ainda que, no Brasil, há 96 homens para cada 100 mulheres, em média. O Estado que mais reflete o predomínio feminino é o Rio de Janeiro, onde há 91 homens para cada 100 mulheres, recorde absoluto.

Assim, quem procura um companheiro ou uma companheira já sabe que, proporcionalmente, as chances de encontrar a alma gêmea são maiores em Mato Grosso e Rio de Janeiro. É um fio de esperança para quem já estava cansada (ou cansado) de procurar.

Leia tudo sobre: censo 2010populaçãobrasil

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG