No litoral e no interior de SP, momentos de apreensão

O apagão atingiu o litoral e o interior paulistas. Em Santos, o problema começou às 22h15 e se estendeu por toda a cidade, assim como as vizinhas Guarujá, Praia Grande e São Vicente.

Agência Estado |

No Porto de Santos, as operações de embarque e desembarque funcionaram normalmente graças a uma hidrelétrica própria, a Usina de Itatinga.

Em Jundiaí, no interior, toda a cidade ficou apagada. Segundo informou a Polícia Militar, até às 24 horas de ontem, nenhuma ocorrência grave havia sido registrada. Na rua, porém, pessoas comentavam sobre o medo da violência, que poderia ser facilitada pela falta de energia. "No mês passado, policiais de Jundiaí e de São Paulo invadiram a favela do Jardim São Camilo. Vai que os bandidos resolvem aproveitar o escuro e responder à represália", disse o comerciante André Luiz Vieira dos Santos, referindo-se à megaoperação que a polícia realizou há pouco tempo.

Em Campinas, a interrupção de energia foi parcial. O coordenador da defesa civil regional, Sidnei Furtado, disse que também chegaram reclamações sobre o sistema de telefonia nas duas cidades. "Foram mais ligações de pessoas assustadas do que registrando ocorrências".

Em Rio Claro, toda a cidade ficou sem energia, mas a luz foi restabelecida dez minutos depois. Logo em seguida houve novo apagão.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG