O presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresentou hoje a ministra da Casa Civil Dilma Rousseff aos integrantes do Conselho Internacional do Fórum Social Mundial, que se realiza em Belém. Ao comentar a proposta dos organizadores de realizar o próximo evento em 2011, no exterior, Lula disse que se for ainda em 2010 ele participará como presidente.

"Se for em 2011, já vai ser a Dilma", disse, sob aplausos de cerca de cem pessoas.

Em entrevista, o presidente disse que não esteve no Fórum Econômico Mundial, em Davos, por não considerar o evento neste ano "interessante". Em Belém, Lula encarregou Dilma de apresentar a proposta de uma Conferência Nacional de Comunicação, que começará com debates nos Estados e municípios. O evento, que ele pretende organizar ainda neste ano, discutirá um velho projeto do governo de regulamentar o setor. Lula espera que ainda neste ano possa realizar a conferência e aprovar o projeto no Congresso. O próprio presidente avalia, no entanto, que o assunto não tem consenso na área.

Os organizadores do Fórum pediram a Lula que a diplomacia brasileira ajude a resolver problemas de vistos para os participantes da próxima versão do evento nos Estados Unidos, no México ou em um país árabe, possíveis sedes da versão 2011 do Fórum.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.