No Dia Mundial Sem Carro, São Paulo tem lentidão pouco abaixo da média

SÃO PAULO - Na data em que é comemorado o Dia Mundial Sem Carro, a cidade de São Paulo apresenta congestionamento um pouco abaixo da média para o horário na manhã desta terça-feira. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego, a capital chegou a registrar 71 quilômetros de lentidão nesta terça-feira, mas, às 9h40, havia 57 quilômetros congestionados.

Redação |

A pior via neste momento é a Marginal Pinheiros, no sentido Interlagos, desde o Cebolão até a ponte Cidade Universitária.

Pela Radial Leste, o motorista enfrenta lentidão em direção ao Centro, do viaduto Pires do Rio até a rua Wandenkolk.

Outro ponto de retenção está na Marginal Tietê, no sentido Castello Branco, da ponte Aricanduva até a Jânio Quadros.  

Dia de reflexão

Implantado pela primeira vez na França, em 22 de setembro de 1997, o Dia Mundial sem Carro é realizado em diversas cidades do País e do mundo.

Os organizadores do movimento têm o objetivo de levar a sociedade a refletir sobre as soluções para melhorar a qualidade de vida nas cidades. A ideia é que as pessoas utilizem o transporte público ou experimente formas alternativas de mobilidade.

São Paulo

Para esta terça-feira, a ONG Movimento Nossa São Paulo planeja debates e outras atividades. Segundo os organizadores, "mais do que estimular as pessoas a deixar seus carros em casa durante um só dia, a ideia da campanha é marcar a luta por um transporte público de qualidade, por menos poluição do ar, por respeito ao pedestre, por mais ciclovias, enfim, pela mobilidade urbana".

A programação para esta terça-feira e quarta-feira pode ser conferida no site da ONG Movimento Nossa São Paulo .

Rio de Janeiro

A Prefeitura do Rio de Janeiro também anunciou uma série de medidas para celebrar o Dia Mundial Sem Carro. Entre as ações tomadas na data, a principal delas é a proibição de estacionamento no centro do Rio no quadrilátero entre a rua Santa Luzia, avenida Presidente Antônio Carlos, rua da Assembleia e avenida Rio Branco.

O decreto que oficializa a celebração da data determina às empresas de ônibus que operam as linhas municipais que coloquem 100% de sua frota em circulação nesta terça.

Em Copacabana, na zona sul do Rio, as ruas internas do bairro terão os limites de velocidade reduzidos a 30 km com o intuito de proporcionar uma relação amigável entre motoristas, ciclistas e pedestres. A ciclofaixa da rua Xavier da Silveira também será aperfeiçoada.

Curitiba

Em Curitiba, 40 quadras de 15 ruas do centro da capital estarão fechadas até as 20h desta terça-feira. Apenas ônibus, bicicletas, pedestres e veículos de emergência terão acesso. No lugar de automóveis, as ruas terão educação de trânsito, exames de saúde, atividades de lazer e serviços.

Segundo informações da Prefeitura, Curitiba tem um dos mais altos índices de motorização do País, de 1,67 habitante por veículo. O número de veículos na capital passou de 684.212, em 1999, para 1.097.830, em 2008.

Brasília

Para comemorar a data, o Ministério das Cidades realiza nesta terça-feira passeio ciclístico na Esplanada dos Ministérios e seminário. O ministro Márcio Fortes vai pedalar, juntamente com os participantes do passeio, até o Centro de Convenções Ulysses Guimarães, onde é realizado o 10º Congresso Brasileiro de Municípios.

Leia também:

Leia mais sobre: Dia Mundial Sem Carro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG