O prefeito de Niterói, Jorge Roberto da Silveira, afirmou que precisa de R$ 14 milhões a R$ 15 milhões para assentar famílias em áreas de risco que estão desabrigadas por causa das chuvas, além de recuperar os acessos da cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro. Niterói contabiliza até agora 60 dos 110 mortos no Rio, segundo dados do governo estadual.

Há vários pontos da cidade em que as pessoas procuram os corpos dos familiares com as próprias pás e enxadas.

De acordo com o prefeito, 300 homens do Corpo de Bombeiros, além de funcionários da Defesa Civil, trabalham no resgate aos corpos. São mais de 30 pontos de deslizamento na cidade. "Essa é a pior tragédia que atinge Niterói desde o incêndio do circo (em 1961, que matou centenas de pessoas). Estamos fazendo um esforço brutal para recuperar a cidade", disse Silveira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.