Neta de Juscelino Kubitschek é exonerada do Senado

A neta mais nova do ex-presidente Juscelino Kubitschek, Alejandra Kubitschek Bujones, foi exonerada da função comissionada de assistente parlamentar do Senado, que ocupava desde dezembro de 2006. Os servidores da secretaria afirmam que, até o ano passado, ela não dava expediente.

Agência Estado |

Alejandra nega, dizendo que fazia pesquisas para o ex-secretário César Borges (DEM-BA). Ela deixou o Senado para trabalhar numa embaixada.

Com salário de R$ 5 mil, Alejandra estava lotada na terceira secretaria desde a época em que o secretário era o então senador Paulo Octávio (DEM), seu cunhado e vice-governador do Distrito Federal. O ato de exoneração, datado do dia 7, foi publicado nesta sexta-feira e tem efeito retroativo ao dia 18 de setembro.

Filha da ex-deputada e ex-governadora do Distrito Federal, Márcia Kubitschek e do bailarino cubano Fernando Bujones, Alejandra morava e estudava nos Estados Unidos, antes de se mudar, em 2006, para Brasília.

Leia mais sobre: Senado

    Leia tudo sobre: comissãokubitscheksenado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG