Nery sugere CPI para investigar ex-diretores do Senado

BRASÍLIA - Nesta terça-feira, o senador José Nery (Psol-PA), sugeriu a abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as denúncias contra o ex-diretores do Senado, João Carlos Zoghbi e Agaciel Maia.

Carol Pires |

Zoghbi era diretor de Recursos Humanos e foi afastado do cargo acusado de desviar dinheiro do Senado usando uma empresa de fachada registrada no nome de sua babá, de 83 anos. Maia, por sua vez, era diretor-geral do parlamento e foi afastado após denúncia de que teria ocultado uma mansão de R$ 5 milhões da Justiça.

Em entrevista à revista Época, Zoghbi ainda acusa Agaciel Maia, de comandar um esquema de desvio de dinheiro na gráfica do Senado, na comunicação social e no serviço de taquigrafia. De acordo com o ex-diretor, os senadores Efraim Moraes (DEM-PB) e Romeu Tuma (PTB-SP) também estariam envolvidos no esquema.

De acordo com o senador José Nery, as decisões do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), de afastar os servidores e pedir que a Polícia Legislativa apure as denúncias foram importantes, mas ainda insuficientes.

Precisamos passar a limpo todos os fatos. Caso os senhores senadores e as senhoras senadoras queiram realmente extirpar o câncer da corrupção instalado neste organismo legislativo, vai ser necessário cortar a própria carne, ter independência, recorrer a ajuda externa, apurar com rigor, disse o senador, em discurso em plenário.

Ainda segundo Nery, se for confirmada a participação de senadores no suposto esquema de fraudes comandada pelos ex-diretores, os parlamentares deveriam levar o caso para o Conselho de Ética. 

Leia mais sobre: Senado

    Leia tudo sobre: senado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG