Nepotismo põe Garibaldi contra a parede no Senado

BRASÍLIA - A resistência dos senadores em demitir parentes e criar ¿brechas¿ para o descumprimento da súmula do Supremo Tribunal Federal (STF) que proíbe o nepotismo ameaça uma figura no Senado. O presidente da Casa, Garibaldi Alves (PMDB-RN), pode arranhar a imagem dele e a da instituição, apesar de seus esforços para recuperar a credibilidade abalada pelos escândalos do ano passado.

Congresso em Foco |

Nesta terça-feira, o desgaste se acentuou em, pelo menos, duas frentes. Um simples e mero ofício para responder ao pedido de Garibaldi sobre a existência de parentes foi ignorado por 40 senadores. Até os componentes da Mesa que deveriam estudar a aplicação da súmula estavam nessa situação.

Leia tudo no Congresso em Foco

    Leia tudo sobre: congresso em foco

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG