Nenê promete carnaval luxuoso para voltar à elite em SP

O sofrimento dos integrantes da escola de samba paulistana Nenê de Vila Matilde, rebaixada ontem ao Grupo de Acesso, começou no sambódromo com um desfile fraco e problemático. Ao lado da Unidos do Peruche, a agremiação saiu do grupo de elite pela primeira vez em 60 anos de história no carnaval de São Paulo.

Agência Estado |

Até mesmo seu Nenê, de 87 anos, fundador da escola, esperava o resultado, mas já promete um desfile luxuoso para voltar ao Grupo Especial.

“Já no domingo disse que todos ficariam tristes depois da apuração. Pude ver pelo olhar dos outros que teríamos problemas”, afirmou, após o resultado final. A consciência de que a Nenê seria rebaixada deu ânimo aos componentes para realizar um carnaval mais luxuoso em 2010. “Ano que vem a gente vai fazer um carnaval para voltar de onde não deveria ter saído”, declarou Alberto Alves da Silva Filho, o Betinho, presidente da escola e filho de seu Nenê.

O fundador não vê problema no rebaixamento. “Descer faz parte da festa também”, disse seu Nenê. Fundada em 1949, a Nenê conquistou o primeiro título em 1956. No total, a escola contabiliza 11 taças do carnaval paulistano, mas só cinco desses títulos foram a partir de 1968, marco inicial dos desfiles para a Liga das Escolas de Samba. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG