Neil Gaiman atrai multidão na Flip neste sábado

Como era esperado, o americano Neil Gaiman estabeleceu nova marca na 6ª Festa Literária Internacional de Paraty, a Flip, na tarde deste sábado. Depois de lotar o auditório onde participou de uma mesa ao lado do também americano Richard Price, Gaiman, conhecido por suas criações do mundo pop com o personagem de HQ Sandman, atendeu pacientemente a uma legião de fãs que, segundo dados iniciais dos organizadores, formou uma fila com aproximadamente 600 pessoas.

Agência Estado |

Durante mais de 5 horas, o escritor autografou diversas obras, além de trabalhos trazidos pelos leitores, como desenhos e álbum de fotos. O atendimento ultrapassou o tempo limite destinado aos autógrafos, pois logo chegou a vez dos participantes da mesa seguinte, os italianos Contardo Caligaris e Alessandro Baricco. Gaiman, no entanto, já avisara a produção que atenderia a todos os fãs. Com isso, ele permaneceu na mesa enquanto um novo espaço foi improvisado para Caligaris e Baricco.

Não é a primeira vez que Gaiman atrai multidões no Brasil - nas duas outras visitas que fez a São Paulo, em 1986 e 1991, a Polícia Militar foi obrigada a cuidar da segurança.

O escritor contou, durante sua palestra, que está acostumado a tamanho assédio, mas já enfrentou também situações inusitadas."Tenho fãs que se orgulham de me mostrar tatuagens inspiradas em meus personagens, mas, certa vez, em Los Angeles, um rapaz pediu para que assinasse embaixo de uma dessas tatuagens, em seu braço. Peguei a caneta e autografei. Depois de alguns minutos, ele voltou e, orgulhoso, me mostrou que acabara de tatuar a minha assinatura. Dava até para ver o sangue ainda escorrendo. Aquilo não foi muito legal."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG