Nayara não participará de reconstituição, diz advogado

SÃO PAULO - Peritos do Instituto de Criminalística (IC) de Santo André (SP) voltaram ontem ao apartamento onde a jovem Eloá Pimentel foi assassinada pelo ex-namorado Lindemberg Alves, 22 anos. Apesar de não definir a data da reconstituição, eles disseram que ela deve ocorrer na próxima semana.

Agência Estado |

Futura Press


O advogado de Nayara Rodrigues, 15 anos, Marcelo Augusto de Oliveira, disse que a idéia vivenciar o momento em que levou um tiro de Alves tem deixado sua cliente em pânico. Por esse motivo, segundo Oliveira, a jovem não vai participar da reconstituição.

A defensora de Alves, Ana Lúcia Assad, afirmou também que a "idéia é que ele não compareça". Os peritos do IC levaram ontem ao apartamento do CDHU o travesseiro e o cobertor que Eloá usava quando foi baleada. Segundo Oliveira, Nayara disse que não quer voltar à cena do crime.
"Como vítima, não teria de comparecer e vamos lutar para isso, disse o advogado. Ele argumenta que o fato de Nayara ter de se posicionar sobre como estava quando foi baleada no rosto pode causar traumas psicológicos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Veja também:

Leia mais sobre: Caso Eloá

    Leia tudo sobre: eloá

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG