Nayara irá participar da reconstituição do crime

A adolescente Nayara Rodrigues, 15 anos, vai participar hoje da reconstituição do fim do seqüestro do qual foi vítima, em um apartamento em Santo André, no ABC. No dia 17 de outubro, ela e a amiga Eloá Pimentel, também de 15 anos, eram mantidas reféns por Lindemberg Alves, 22 anos, quando policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) invadiram o local.

Agência Estado |

As duas foram baleadas por Lindemberg. Eloá não resistiu aos ferimentos e morreu.

O desfecho se deu depois de cinco dias de cárcere privado, o mais longo registrado no Estado. Nayara será acompanhada por seus advogados, integrantes do Conselho Tutelar e ainda por uma psicóloga. A menina apenas contará o que aconteceu, não irá representar. Os movimentos e gestos dela deverão ser reproduzidos por uma policial.

A advogada de Lindemberg, Ana Lúcia Assad, disse que seu cliente não vai comparecer. “Pela lei , a pessoa não é obrigada a constituir prova contra si mesma. Mas eu vou acompanhar a reconstituição”, disse Ana Lúcia. A equipe de peritos chefiada pelo diretor do Instituto de Criminalística (IC) de Santo André, Nelson Gonçalves, vai reconstituir a partir da entrada dos policiais até o desfecho, no momento em que o rapaz atira contra as reféns. As informações são do Jornal da Tarde .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG