Navios lembram chegada de japoneses a Santos-SP

Os cem anos da imigração japonesa no Brasil foram comemorados durante todo o dia de hoje em Santos (SP), com a chegada de três navios lembrando a atracação do Kasato Maru ao porto, a inauguração de uma placa com os nomes das famílias que vieram na embarcação, que trouxe os primeiros 781 imigrantes do Japão, e a deposição de flores no Monumento aos Imigrantes Japoneses, no bairro do Boqueirão. Agora, a cidade prepara-se para as outras homenagens, que ocorrerão no sábado, durante a visita do príncipe herdeiro, Nahurito.

Agência Estado |

Neste dia, Nahurito vai inaugurar a escultura da artista plástica Tomie Ohtake. Instalada no Emissário Submarino, no bairro do José Menino, a obra de arte, vermelha de formas ondulares indefinidas, recebia os últimos retoques hoje. Construída em aço, a obra pesa 65 toneladas e tem 15 metros de altura.

Durante a passagem pelo município, o príncipe herdeiro do Japão também passará pela Escola Japonesa, almoçará com a colônia no restaurante Estrela de Ouro, na Ponta da Praia, e visitará o Armazém 14 do cais, local onde o Kasato Maru atracou, há um século. No armazém, hoje, funciona o terminal exportador da Votorantim Celulose e Papel e, para homenagear o centenário, a empresa inaugurou ontem um monumento com os nomes das famílias dos primeiros imigrantes nipônicos que ali desembarcaram.

Houve festa também no Armazém 30, com a chegada da esquadra japonesa composta pelos navios Kashima, Asagiri e Umigiri. Cerca de 300 pessoas compareceram à recepção das embarcações, carregando faixa de boas-vindas e bandeirinhas dos dois países. O navio Kashima, o maior dos três, encostou, pontualmente, às 9 horas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG