Um navio cargueiro de bandeira filipina, que saiu da Nigéria com destino ao Porto de Santos (SP) há três dias, está em quarentena no Porto de Salvador, na Bahia. O motivo da interrupção da viagem é a suspeita que um dos 23 tripulantes tenha contraído malária na África.

De acordo com a Vigilância Sanitária, foi o próprio comandante da embarcação quem pediu autorização para atracar em Salvador.

O tripulante doente, que não teve o nome divulgado, foi internado no Hospital Espanhol para que sejam realizados testes. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que, caso o diagnóstico de malária seja confirmado, o navio só poderá deixar o porto depois que forem afastadas as possibilidades de ter outras pessoas contaminadas ou haver focos de contaminação no navio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.