Nas passarelas de Paris, inspiração oriental para Galliano e Miyake

As passarelas de Paris viram nesta sexta-feira a coleção de prêt-à-porter feminino de John Galliano para a grife Christian Dior, que propõe enfrentar o frio com roupas opulentas de inspiração oriental, cheias de brocados, sedas e cashemeres, enquanto Issey Miyake apostou em modelos inspirados no caratê.

AFP |

Uma moda fluida e suavizada por ombros arredondados e saias justas até os joelhos, combinadas com jaquetas justas.

Grandes gargantilhas de pele dão calor aos sobretudos de jacquard de lã, para uma elegância que evoca os anos 20. As peles também enfeitam os punhos e bainhas, iluminadas por delicaos bordados.

Para a noite, a alfaiataria é substituída por modelos dignos de uma princesa das Arábias: calças orientais de cetim ou lamê, vestidos-calça de musselina com mangas e peito bordados com fios metálicos e pedras ou um vestido leve com detalhes em cashmere.

Violeta, roxo, fúcsia, azul, ouro e prata complementam o negro e o cinza da coleção Dior.

Issey Miyake, o estilista Dai Fujiwara, inspirado por mestres do caratê, criou uma coleção com o eixo principal focado no movimento, facilitado por cortes amplos, plissados e materiais suaves.

A casa propõe calças largas plissadas na metade da perna ou justas nos tornozelos, vestidos-calça vaporosos cor de tijolo, com uma fluidez inspirada nas lacas japonesas.

O objetivo é, "sobretudo, permitir uma perfeita liberdade de movimento para o corpo", explicou Fujiwara.

Seguindo este pensamento, redes negras cobrem tops de cores brilhantes ou aparecem diretamente sobre a pele, desenhando estampas geométricos sem impedir o movimento.

Estampas constrastantes produzem ilusões de ótica nas saias curtas. A coleção termina com uma nota aérea: longos vestidos compostos de superposições de quadrados de poliéster e listras verticais contrastadas (amarelo e laranja, rosa e cinza).

sd.sd/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG