Não me seduzo com popularidade, afirma Lula

BRASÍLIA ¿ O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou nesta sexta-feira que não se deixa seduzir com as pesquisas de opinião que apontam um crescimento em sua popularidade. ¿Se eu disser que sou insensível à pesquisa, vocês não precisam acreditar, mas eu não me deixo seduzir. Se o ego crescer quando subir a popularidade, pode bater o desespero quando cair, como quando fiquei com 29, 30% em 2005¿, ressaltou.

Carollina Andrade - Último Segundo/Santafé Idéias |

No início da semana, Lula bateu novo recorde de popularidade e alcançou 80,3% de aprovação entre o eleitorado, segundo a pesquisa CNT/Sensus, divulgada pela Confederação Nacional de Transporte (CNT).

Em setembro de 2008, a aprovação do desempenho pessoal do presidente estava em 77,7% e a desaprovação, em 16,6%. Nas últimas treze rodadas da pesquisa, Lula vem apresentando melhora no índice de aprovação.

Já em setembro de 2005, durante a crise do mensalão, Lula era aprovado por apenas 50% dos entrevistados. A única vez que um governo obteve melhor índice na série histórica da pesquisa, iniciada em 1998, foi em janeiro de 2003, quando Lula assumiu a presidência com 83,6% de avaliação positiva.

(com informações de Caroline Pires, da Santafé Idéias)

    Leia tudo sobre: lulapesquisa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG