Não há crise no Senado, diz Lula

PARIS - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta terça-feira que não vê crise no Senado, mas sim ¿uma divergência¿ que será resolvida pela Casa. ¿Não vejo crise. Não sei como alguém pode tratar de crise uma divergência dentro do Senado. Eles vão resolver como já resolveram tantas outras coisas que aconteceram.

Redação com Agência Brasil |

Na avaliação do presidente, as denúncias surgidas no Senado precisam ser apuradas para que se esclareça a verdade. Não existe crise. Existem denúncias que têm que ser apuradas e apresentado para a opinião pública o que é verdade e o que não é verdade.

Perguntado sobre o posicionamento que a bancada do PT no Senado adotará em relação ao presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), Lula respondeu: A bancada do PT vai agir da melhor forma possível. Nesta semana, o partido decide se apoia ou não o pedido de licença para que Sarney se afaste do cargo até que as denúncias de irregularidades administrativas sejam investigadas.

As declarações foram feitas por Lula durante entrevista coletiva, em Paris, ao lado do presidente da França, Nicolas Sarkozi, após reunião entre eles. Lula está na França para receber o Prêmio Félix Houphouët-Boigny pela Busca da Paz, da Unesco. 

Na saída do encontro, o presidente tropeçou e quase caiu. Veja abaixo a sequência de fotos do tropeço de Lula:


Lula tropeça na saída do palácio / Reuters

Leia também:

Leia mais sobre Lula em Paris

    Leia tudo sobre: lulasarneysenado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG