Não é momento para reformar apartamentos, diz 1º secretário da Câmara

BRASÍLIA - O 1º Secretário da Câmara dos Deputados, deputado Rafael Guerra (PSDB-MG), afirmou que a reforma para dividir os apartamentos funcionais não deve ser discutida agora. Ele considera inapropriado criar novas despesas em um cenário de crise.

Valor Online |

Guerra disse que a proposta de reforma dos apartamentos ainda não foi aprovada. Apesar de concordar que a redução de custos com o auxílio-moradia compensa a longo prazo, nada foi decidido ainda.

O deputado lembrou que a 1ª Secretaria criou recentemente um grupo de trabalho para estudar a possibilidade de cortes no orçamento de 2009 e qualquer novo gasto deve ter previsão orçamentária. Esse grupo, segundo ele, também avalia as prioridades orçamentárias para 2010.

O 1º Secretário ainda considera complicado envolver os parlamentares na administração dos apartamentos. Logo após a reunião da Mesa ontem, foi anunciado que a Câmara passará a adotar, depois da reforma dos apartamentos e extinção do auxílio, o sistema de gestão condominial, descentralizando a administração das unidades, que hoje é feita pela Câmara.

Com a mudança serão escolhidos síndicos entre os próprios parlamentares, que ficarão responsáveis pela gestão dos imóveis. Esse sistema já é adotado hoje pelos comandos do Exército, da Aeronáutica e da Marinha.

(Agência Câmara)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG