Jacson Generoso, namorado da estudante Thamires de Paiva Miranda, executada com três tiros de fuzil depois de brigar com uma colega de sala, recebeu ameaças de morte. O rapaz, que estava com a jovem quando ela foi morta, saiu de casa e está escondido com amigos.

Ontem, muito abalado, ele compareceu ao enterro da namorada. O principal suspeito do crime, Thiago Sacramento Santana, namorado de uma colega de Thamires, foi indiciado hoje por homicídio. Ele nega o crime, que aconteceu na quarta-feira, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.

Thamires, de 15 anos, havia reclamado que Ana Paula Alves de Souza, de 21 anos, atendia muitas vezes o telefone na sala de aula, na Escola Municipal Professor Gilberto Bento da Silva. Na saída do colégio, Thamires teria sido agredida pelo namorado da colega e telefonou para Jacson Generoso, de 24 anos.

Santana e Generoso brigaram e o namorado de Ana Paula foi obrigado a pedir desculpas a Thamires. Pouco tempo depois, a adolescente e o namorado foram cercados por dois carros, em que estavam seis homens. Generoso disse que viu Santana num dos carros. O rapaz gritou para que a namorada corresse, mas Thamires acabou atingida.

Cerca de 100 pessoas, muitas com faixas e cartazes com pedidos de justiça, acompanharam o enterro de Thamires, no Cemitério de Campo Grande. Muito emocionada, a mãe da estudante precisou ser amparada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.