Na Bahia, hip hop busca conscientizar trabalhador sobre políticas de emprego e renda

BRASÍLIA - A Organização Cultural Periferia (OCP) realiza na tarde desta quinta-feira em Salvador a 5ª edição do Grito dos Desempregados, com shows e recitais. As atividades abordam o relacionamento da comunidade com políticas de geração de trabalho e renda propostas pelo Poder Público. O evento se realiza no Colégio Estadual Zumbi dos Palmares, no Bairro Beirú.

Agência Brasil |

O hip hop é uma das armas de conscientização e resgate da auto-estima da comunidade, afirmou o coordenador da OCP, Joseílson Oliveira, conhecido como MC Aspri. Queremos que empresas privadas e instituições públicas vejam com outros olhos as pessoas daqui, acrescentou.

A programação prevê shows com os grupos Rapaziada da Baixa Fria ¿ R.B.F, Profetas do Gueto, Os Agentes, Um Konto, Reflexo Periférico e Opanijé. A previsão de término é às 21 horas e pelo menos 300 pessoas acompanham as atividades, segundo a coordenação.

Leia mais sobre: trabalho

    Leia tudo sobre: trabalho

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG