O músico de jazz sueco Esbjorn Svensson faleceu no fim de semana aos 44 anos no momento em que mergulhava em Estocolmo, anunciou seu agente.

"Morreu no sábado em um acidente de mergulho em Estocolmo", afirmou o representante de sua banda, a Esbjörn Svensson Trio (E.S.T.), Burkhard Hopper.

Svensson, um transgressor de gêneros que era admirado por um público mais amplo que o dos amantes do jazz, foi "a figura mais importante do jazz desta década", segundo Hopper, que comparou sua influência a do americano Miles Davis.

"De todos os pontos de vista, foi um dos maiores músicos europeus. Era um artista de jazz com a envergadura de uma estrela pop", destacou o agente.

O trio E.S.T, integrado por Svensson - pianista e compositor -, o baterista Magnus Oström e o baixista Dan Berglund, gravou mais de 10 álbuns a partir da década de 90 que foram aplaudidos pela crítica e o público, tanto na Europa como nos Estados Unidos.

Hopper não revelou detalhes sobre o acidente fatal, mas a imprensa sueca informa que Svensson estava mergulhando no mar Báltico com um grupo, que incluía um instrutor, quando desapareceu subitamente.

Casado e pai de dois filhos, o jazzista foi encontrado gravemente ferido no fundo do mar e levado para o hospital de helicóptero, mas os médicos não conseguiram evitar a morte.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.