Músico argentino Charly García será levado a clínica psiquiátrica

BUENOS AIRES ¿ O músico argentino Charly García será levado entre quarta e quinta-feira a uma clínica psiquiátrica, após ser hospitalizado devido a um quadro febril agudo, disse o diretor médico do sanatório onde ele está internado.

Reuters |

Ameaças de suícidio levaram à 1ª
internação do roqueiro / Divulgação

Depois de perceber uma notável melhora na saúde de García, os médicos permitirão que o músico de 56 anos deixe o hospital, onde chegou na terça-feira à noite. Lá, ele foi sedado após um ataque de ira.

"Melhorou muitíssimo, não somente pela hidratação parenteral (por via distinta da digestiva, como a intravenosa, a subcutânea ou intramuscular) que está recebendo, mas também porque pôde se alimentar sozinho", acrescentou.

O roqueiro já havia sido hospitalizado em junho, para tratar das feridas que adquiriu ao destruir um hotel em Mendoza, no qual estava hospedado. Mas ele logo foi transferido a Buenos Aires para tratar de uma doença pulmonar.

Depois de ameaçar suicidar-se, o roqueiro foi internado em uma clínica psiquiátrica, a qual deixou na semana passada para continuar o tratamento na chácara de um amigo, em Buenos Aires.

García nunca admitiu publicamente nenhum vício, mas as piadas sobre seus excessos ¿ especialmente com drogas e álcool ¿ são muito populares entre os argentinos.

García é figura central do rock argentino. Seu último disco, "Kill Gil", saiu na íntegra na Internet sem sua autorização. Não se sabe se haverá venda nas lojas.

(Reportagem de Karina Grazina)

Leia mais sobre: Charly García

    Leia tudo sobre: charly garcía

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG