CAIRO ¿ Um comitê científico internacional começará em outubro a estudar a construção do primeiro museu subaquático para as antiguidades que foram achadas nas águas do Mar Mediterrâneo em Alexandria, no norte do Egito.

Segundo um comunicado do Conselho Supremo de Antiguidades do Egito, o comitê será formado com a colaboração da Unesco e da Fundação Aga Khan para a Cultura, e incluirá especialistas em antiguidades, restauração e museus do México, Croácia e Polônia.

O comitê se encarregará de analisar os projetos apresentados para a construção do museu no porto do leste de Alexandria, cerca de 200 quilômetros ao norte do Cairo, e o orçamento necessário para a iniciativa.

Nesse museu, os visitantes poderão ver as antiguidades em seus locais originais junto à natureza aquática, segundo o comunicado.

Nas zonas do porto do leste de Alexandria e de Abu Quir estão várias antiguidades das distintas dinastias do período faraônico e do greco-romano.

Além disso, se encontram várias partes dos navios de Napoleão Bonaparte em Abu Quir, algumas das quais foram tiradas das águas há 25 anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.