RIO DE JANEIRO ¿ As prefeituras de Belford Roxo e Três Rios decretaram nesta sexta-feira situação de emergência nos municípios por causa das fortes chuvas da noite da última. Ao todo, as duas cidades possuem 2.682 pessoas fora de suas casas devido às enchentes.

A Defesa Civil de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, contabiliza 205 desabrigados e 937 desalojados. De acordo com o balanço divulgado pela prefeitura, 290 residências sofreram algum tipo de dano, 14 casas desabaram e foram registrados 27 deslizamentos de barreiras.

Os bairros mais atingidos pelo temporal foram Nova Aurora, Vale das Mangueiras, Bairro da Luz, Vasco, Interlândia e Parque Amorim. Segundo estimativa da Defesa Civil, a quantidade de chuva que atingiu o município foi o equivalente a 15 dias.

Três escolas e uma creche da rede municipal de ensino sofreram estragos em virtude do temporal e não estão funcionando, deixando um total de 2.500 alunos sem aula.

A prefeitura iniciou uma campanha para recolher donativos para as vítimas das enchentes. Os interessados em contribuir devem ligar para o telefone (21) 2662-0086.

Três Rios

Cinco pessoas ficaram feridas, sendo uma em estado grave, no desabamento de duas casas em Três Rios, no Centro-Sul Fluminense. Ao todo, 1.500 pessoas estão desalojadas e 40 desabrigadas. 

A chuva fez com que vários bairros ficassem alagados. Uma estrada municipal que liga os bairros de Purys e Boa União cedeu. A Defesa Civil contabiliza 300 casas danificadas e seis destruídas pelo temporal.

Durante quase duas horas, o volume de chuva em Três Rios chegou a 110 milímetros. O Centro de Três Rios e os bairros de Vila Isabel, Várzea do Otorino, Portão Vermelho, Caixa Dágua, Morada do Sol, Monte Castelo, Purys e Triângulo foram os pontos mais afetados.

Assista ao vídeo sobre as chuvas no Rio:

Leia mais sobre: chuvas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.