A cidade de Pitanga, no Paraná, decretou nesta quinta-feira estado de calamidade pública por conta das fortes chuvas que provocaram cheias nos rios e enchentes em vários pontos da cidade a partir da noite da última terça-feira.


Segundo a Prefeitura, vários estabelecimentos comerciais e cerca de 250 casas foram atingidas pelo temporal. Os prejuízos estão sendo apurados nesta quinta-feira, segundo a prefeitura. Ninguém ficou ferido.

A medida visa garantir o recebimento de recursos dos governos estadual e federal para a recuperação dos estragos no município. A decretação ainda depende de reconhecimento das coordenadorias estadual e nacional de Defesa Civil.

Segundo a Defesa Civil estadual, 15 municípios tiveram danos ou prejuízos após as ocorrências de chuva e vendaval no Estado durante a tarde e noite de terça-feira e a manhã desta quarta-feira. Ao todo, 445 residências tiveram algum tipo de dano no Estado, afetando um total de 53.355 pessoas. Destas, 437 pessoas ficaram desalojadas e outras 102 pessoas estão desabrigadas.

Uma pessoa morreu após ser levada por uma enxurrada em Prudentópolis, região central do Estado. Segundo a Defesa Civil, mãe e filha estavam atravessando uma ponte quando foram levadas pelas águas. O corpo da criança foi encontrado na tarde de ontem.

Leia mais sobre: chuvas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.