rei do pop - Brasil - iG" /

Mundo do espetáculo se despede de 2009 sem o rei do pop

Fernando Mexía. Los Angeles (EUA), 18 dez (EFE).- A repentina morte de Michael Jackson comoveu o mundo em 2009, um ano em que Hollywood disse adeus a célebres nomes como Patrick Swayze, Farrah Fawcett, David Carradine e Ricardo Montalbán.

EFE |

A morte do "rei do pop", aos 50 anos, ocupou as paginas dos jornais durante semanas e, passados os tributos e homenagens, o incidente se transformou em uma "novela" que ainda continua cercada de mistérios, como foi sua vida.

A morte de Michael dias antes de sua esperada reaparição em uma série de shows em Londres voltou a colocar o rei do pop na primeira posição dos rankings de venda graças a novas e oportunas coletâneas e um rentável documentário sobre seus últimos ensaios, "This is It".

A lembrança ao artista foi ofuscada por um testamento polêmico, lutas familiares pela herança, uma dependência a sedativos que acabou com sua vida, um médico pessoal um julgamento e uma investigação policial que aponta para um homicídio.

Michael morreu no dia 25 de junho, horas depois do falecimento da atriz Farrah Fawcett, na mesma cidade, aos 62 anos, vítima de um câncer.

A morte de Farrah, ícone da beleza nos Estados Unidos nos anos 70 e protagonista da série de televisão "As Panteras", foi ofuscada pelo inesperado fim de Michael.

Um tumor também causou a morte de Patrick Swazye, aos 57 anos, e a "menina de ouro" Bea Arthur, aos 86.

O protagonista de filmes como "Dirty Dancing - Ritmo Quente" (1987) e "Ghost - Do Outro Lado da Vida" (1990) morreu depois de 20 meses de luta contra um câncer e sua última atuação foi na série "The Beast", onde interpretou um agente do FBI.

Já Bea, alcançou a fama com a série de comédia de televisão dos anos 70 "Maude", antes de consagrar-se como a corrosiva Dorothy em "The Golden Girls" na década seguinte.

A morte chegou repentinamente para o ator veterano David Carradine, de 72 anos, e para a atriz Natasha Richardson, de 45 anos, esposa do ator Liam Neeson.

Carradine, famoso pela série dos anos 70 "Kung Fu" e recuperado no cinema por Quentin Tarantino na saga "Kill Bill", foi encontrado asfixiado em um hotel na Tailândia, nu e com uma corda atada ao pescoço e às genitais, o que levou a suposições sobre atividades sexuais pouco comuns que terminaram em tragédia.

Já um acidente de esqui no Canadá foi a causa da morte de Natasha, ganhadora de um prêmio Tony de teatro em 1998 por sua atuação em "Cabare" e que participou de filmes como "Nell" (1994) ou "Encontro de Amor" (2002).

A primeira estrela de Hollywood a falecer em 2009 foi, no entanto, o mexicano Ricardo Montalbán, no dia 14 de janeiro, em Los Angeles, aos 88 anos.

Montalbán alcançou a fama nos EUA com a série "Ilha da Fantasia" (1978-1984) e foi lembrado igualmente por seu papel de vilão em "Jornada nas Estrelas", tanto para a televisão quanto para o cinema.

EFE fmx/pd/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG