A Operação Arco de Fogo, realizada pelo Ibama, em parceria com a Polícia Federal, Força Nacional de Segurança e Secretaria Estadual DP Meio Ambiente do Pará, em Paragominas, região sudeste paraense, já aplicou um total de R$ 9,7 milhões em multas contra madeireiras irregulares, segundo informou o próprio Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). No total, 19 estabelecimentos, entre serrarias, madeireiras e áreas pertencentes a pessoas físicas, foram vistoriados.

Oito foram lacrados e todos acabaram sendo multados. Mais de 6,5 mil metros cúbicos de madeira em tora e serrada foram apreendidas.

Além disso, duas áreas, com cerca de 264 e 177 hectares cada uma, foram embargadas por terem sido desmatadas sem autorização do órgão competente. Os proprietários foram multados em mais de R$ 397,5 mil e R$ 267 mil, respectivamente, pela destruição da floresta nativa. As ações conjuntas têm o objetivo de combater o desmatamento, bem como a exploração, o transporte e o armazenamento de produtos e subprodutos florestais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.