Mulheres pagam para ser a estrela de uma revista sensual e surpreender maridos

SÃO PAULO - Um encontro com hora marcada em uma suíte de um motel da capital paulista. Na bolsa, lingeries e biquínis cuidadosamente escolhidos e acessórios para incrementar a produção. O objetivo, aproveitar o cenário temático e fazer um ensaio fotográfico sensual para uma revista.

Ana Freitas, repórter do Último Segundo |

Arquivo pessoal
wrwerwrwrwe
Leida em ensaio sensual em motel de São Paulo

Ao contrário das produções encontradas nas bancas, a personagem principal desta história não é uma modelo famosa e bem paga para estampar a capa de uma publicação. São mulheres como qualquer outra, que produzem seu próprio dia de estrela e presenteiam seus maridos com uma edição exclusiva de uma revista feita especialmente para ele.

Esta é a proposta da empresa Sexy Attraction, que desde o ano passado faz revistas com ensaios individuais em uma edição exclusiva para sua cliente. A publicação não vai ser vendida em banca, fazemos apenas a quantidade de exemplares que a cliente encomenda e cabe a ela mostrar para quem quiser, explica Leida Cortyna, uma das donas e produtoras da empresa.

Arquivo pessoal
Capa da revista de Leida
Capa da revista de Leida
A idéia surgiu quando a própria Leida resolveu que queria fazer um ensaio sensual. Juntou-se com dois amigos, um fotógrafo e uma arquiteta, e produziu suas fotos em formato de revista. Comecei a mostrar para pessoas conhecidas e foi um sucesso, logo as amigas passaram a pedir para fazer um também, então resolvemos profissionalizar a idéia e criamos a empresa, relata.

De agosto do ano passado para cá, cerca de 40 mulheres já pagaram pelo menos R$ 1800, preço mínimo do ensaio para uma única edição de revista, e foram fotografadas por uma equipe profissional. A advogada Claudia Lopes foi uma delas.

Com 42 anos, casada há 18, ela quis dar um presente diferente para seu marido na comemoração de seu último aniversário de casamento. A revista foi uma surpresa. A primeira coisa que ele me perguntou foi não tem nenhuma vendendo por ai não, né?, brinca.

Segundo Claudia, que conheceu a idéia por meio de uma amiga, este foi o presente mais diferente que já deu para seu marido. Foi algo inesperado e uma grande surpresa para ele, que adorou, claro, garante a advogada.

A empresária Carla Piza é tímida de natureza, mas resolveu fazer também o seu ensaio. Toda a produção faz muito bem para a auto-estima, no final, estava me sentindo uma estrela, comenta.

Arquivo pessoal
Carla, apesar da timidez, fez o ensaio
Carla, apesar da timidez, fez o ensaio

De acordo com ela, uma entrevista prévia com as clientes garantem que o perfil do ensaio seja condizente com a da fotografada. Fazemos um questionário e escolhemos o cenário a partir do que a cliente quer. Ela leva sua lingerie e biquíni e nós os acessórios, como sapatos, lenços e bijuterias.

Tanto Carla quanto Leida fazem questão de ressaltar, porém, que o ensaio não envolve nú, apenas fotos sensuais. Percebemos que ass vezes as cliente se empolgavam na hora de tirar as fotos, mas quando iam à empresa depois para escolher as imagens que seriam colocadas na revista, não escolhiam nenhuma com nu. Então resolvemos não fazer mesmo, explica Carla.

Arquivo pessoal
Capa da revista de Carla
Capa da revista de Carla

Quem quer mais de uma edição, pode comprar outras, pagando apenas o preço da impressão. A revista é produzida com 30 fotos e um pôster frente e verso.

O valor total depende também do tipo de cenário que a pessoa quer. Se for feito em uma suíte mais produzida, fica mais caro. O mesmo se envolver o deslocamento da equipe para outra cidade, comenta Carla, que já tem pedidos de produções no Rio de Janeiro.

    Leia tudo sobre: sexy attraction

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG