A mulher que caiu na manhã desta terça-feira da janela de um hotel na zona norte do Rio estava foragida da polícia desde o final do ano passado pelo crime de estelionato. O mandado de prisão contra ela foi expedido em setembro de 2009, segundo informações da 20ª DP (Vila Isabel), que investiga o caso.

De acordo com a Polícia Civil, Elizabeth Ancelmo Lemos, de 43 anos, caiu do segundo andar do hotel localizado na Rua Maxwell, no bairro do Andaraí, numa altura de cerca de dez metros. Anteriormente, havia sido divulgado que o acidente teria acontecido no quinto andar do prédio .

Segundo as investigações, a mulher entrou em um táxi na madrugada desta terça-feira em Copacabana e ficou circulando por vários bairros do Rio até o amanhecer. Pela manhã, Elizabeth chamou o taxista para entrar no hotel onde houve o acidente.

Em seu depoimento, o motorista ¿ que não teve o nome revelado por ser casado ¿ relatou que, após manter relações sexuais com a mulher, ela teria ido à janela em silêncio e se jogado enquanto ele pedia a conta. De acordo com a polícia, não foram encontrados no quarto indícios de que o casal teria brigado.

Parentes e amigos de Elizabeth já foram convocados para prestarem depoimento. O resultado da perícia realizada para descobrir se ela se jogou da janela do hotel ou foi jogada deve sair em algumas semanas.

Elizabeth foi encaminhada para o Hospital do Andaraí e seu estado é considerado grave. A paciente sofreu politraumatismo e está internada no CTI da unidade. Pela manhã, ela foi submetida a uma drenagem no tórax e a uma cirurgia para conter uma hemorragia interna na região do abdômen.

Leia mais sobre: Rio de Janeiro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.