Bianca Freitas Loyola, de 22 anos, grávida de nove meses, morreu na madrugada desta segunda-feira após ser baleada por traficantes na Favela Vila Vintém, em Bangu, zona oeste do Rio. A recém-nascida, que foi salva pelos médicos, entrou em coma após uma parada respiratória.

Acordo Ortográfico

Além de Bianca e seu bebê, Júlia Freitas Loyola, também filha da vítima, foi baleada no rosto e segue internada no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro do Rio de Janeiro.

Já a recém-nascida, que nasceu com 3,4 quilos, apresentou insuficiência respiratória após o parto. Com o agravamento do quadro, os médicos decidiram transferi-la à UTI neonatal do Hospital Rocha Faria, mas uma parada respiratória resultou no estado de coma.

Cinco tiros

Segundo informações da polícia, os traficantes atacaram Bianca Freitas para cobrar uma dívida do companheiro da vítima, que conseguiu fugir dos traficantes.

A polícia ainda não tem pistas sobre os autores do ataque.

Leia mais sobre: assassinatos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.