Mulher é suspeita de tentar matar o marido com coxinha envenenada em São Paulo

SÃO PAULO - A lavradora Édina Lúcia da Silva, de 31 anos, foi presa, na última terça-feira, dia 3, suspeita de ter tentado matar o marido com uma coxinha envenenada. O caso aconteceu no Jardim Esperança, em Conchal, no interior de São Paulo.

Redação |

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública do Estado, a vítima, um lavrador de 37 anos, passou mal após comer a coxinha suspostamente envenada. Ele foi encaminhado ao pronto-socorro local.

Conforme o Boletim de Ocorrência registrado pelo marido, após sentir um gosto estranho no alimento, ele perguntou à mulher o que havia no salgado e ela disse que era pimenta do reino. Ele deu o que sobrou da coxinha ao cachorro da família, que morreu horas depois.

À polícia, Édina disse que havia se desentendido com o marido e o envenenou para assustá-lo. Ela foi levada para a cadeia pública de Leme, onde permanece presa.

Leia mais sobre: envenenamento

    Leia tudo sobre: envenenamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG