Inconformada com a demora de um processo no qual tenta recuperar a guarda do filho de 7 anos, a desempregada Alessandra Brandão da Silva atirou nesta quinta-feira um balde de água contra funcionários do Fórum de Tatuí, região de Sorocaba, no interior paulista. O líquido atingiu em cheio o atendente Geraldo Donizete Pereira e outros funcionários, molhando ainda pilhas de processo e pelo menos um computador.

Alessandra foi detida por policiais militares e levada para a delegacia. Autuada por desacato pelo delegado Paulo César Tolentino, ela foi ouvida e liberada.

Depois de ser recebida pelo promotor, ela foi mandada à Delegacia da Mulher. Lá foi informada que seu caso estava no fórum. No cartório, ela pediu para usar o banheiro e saiu com o balde de água fria na mão. De acordo com Alessandra, ela perdeu a guarda do filho depois de ter sido internada com problemas psiquiátricos. O menino está sob os cuidados dos avós paternos, porém, ela alega que ele sofre maus tratos.

Alessandra entrou com pedido de remoção da guarda na 3ª Vara Cível de Tatuí, mas o processo ainda não foi julgado. Familiares da criança alegam que a mulher é desequilibrada. A polícia investigou as denúncias de maus tratos e nada constatou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.