Mulher é morta no velório do sobrinho em Alagoas

A dona de casa Judite Barbosa Santos Lima, de 33 anos, foi assassinada com vários tiros, na madrugada desta quarta-feira, enquanto acompanhava o velório de um sobrinho. O crime ocorreu na rua Domingos Evangelista, no bairro Manoel Tales, em Arapiraca, a 142 quilômetros de Maceió. Segundo a polícia, dois homens invadiram a residência onde ocorria o velório e fizeram cerca de oito disparos em direção a vítima.

Agência Estado |

Judite Barbosa ainda chegou a ser socorrida com vida, mas moreu minutos depois de dar entrada na Unidade de Emergência do Agreste, em Arapiraca. De acordo com a polícia, o sobrinho da vítima, o jovem Jailson Pereira, 18 anos, havia sido assassinado a tiros na terça-feira. Após cometerem o crime, os homens deixaram o velório caminhando. Eles ainda não foram localizados e nem identificados pela polícia.

O carnaval de 2010 em Alagoas foi considerado um dos mais violentos dos últimos anos, superando o número de homicídios registrados no ano passado. Entre a noite de sexta-feira (12) até a madrugada de segunda-feira (15), pelo menos 25 pessoas foram assassinadas no Estado, sendo 14 na região metropolitana de Maceió e outras 11 no interior. Foram três homicídios a mais do que o período carnavalesco em 2009.

Os últimos cinco assassinatos ocorreram nesta terça-feira, entre eles o sobrinho de Judite Barbosa. A maioria dos homicídios foi praticada com arma de fogo. Além dos assassinatos, quatro pessoas morreram em acidentes nas estradas que cortam o Estado, duas pessoas foram vítimas de afogamento e uma terceira foi encontrada morta por enforcamento. Este ano, já foram registrados 218 homicídios em Alagoas, 74 só em fevereiro.

Arrastão

Na tarde do último dia de Carnaval, cinco homens armados invadiram o balneário do Sesc, na Praia de Guaxuma, em Maceió, e assaltaram os associados. Os bandidos chegaram em um veículo Gol preto, de placa não identificada, renderam os seguranças da portaria e fizeram um verdadeiro 'arrastão' no clube, levando os pertences de quem estava no local. O bando levou ainda cerca de R$ 40 mil do cofre do clube. A polícia saiu no encalço da quadrilha mas não conseguiu prender ninguém.

Leia mais sobre: carnaval - suspeito

    Leia tudo sobre: carnaval

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG