Mulher decepa pênis de companheiro e foge no Recife

RECIFE - Isaías Saturnino da Silva, de 42 anos, teve seu pênis decepado pela companheira, Maria das Graças Santos Neri, com uma faca de cozinha na tarde da sexta-feira enquanto dormia. Depois de realizar a castração, a agressora jogou a faca no telhado da casa em que viviam, no bairro de Afogados, no Recife, e fugiu.

Agência Estado |

Silva foi atendido horas depois no Hospital Otávio de Freitas, no bairro do Sancho, e teve o pênis reimplantado, mas a cirurgia não teve êxito.

De acordo com o médico da emergência João Veiga, que fez parte da equipe de atendimento, o pênis reimplantado necrosou e deverá ser novamente amputado. "A necrose é irreversível", afirmou hoje. O procedimento deve ser realizado amanhã pela manhã, depois de uma reavaliação médica.

Duas hipóteses foram levantadas por vizinhos e conhecidos da mulher para justificar a atitude. A primeira é a de que Silva teria abusado sexualmente da enteada de sete anos. A segunda hipótese é a de que a castração teria sido motivada por ciúmes. Até o início da noite deste domingo, Maria das Graças Santos Neri continuava desaparecida.

No caso da castração que teve repercussão internacional, em 1993, quando Lorena Bobbit decepou o pênis do marido John Wayne Bobbit, no estado da Virginia, nos Estados Unidos, o reimplante teve sucesso e ele chegou a atuar como ator de filmes pornográficos. Ela foi absolvida.

Contudo, no caso pernambucano, a vítima não deverá ter a mesma sorte. Houve demora para o atendimento hospitalar e não havia disponibilidade de material especializado para a microcirurgia - a exemplo de fio com metade da espessura de um fio de cabelo.

Leia mais sobre Recife

    Leia tudo sobre: recife

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG