Mulher de rapper pode ter alta após problema em lipo

SÃO PAULO ¿ Tameka Foster, de 37 anos, mulher do rapper norte-americano Usher, deve deixar a UTI do Hospital Sírio Libanês, no centro de São Paulo, hoje. Ela está internada na unidade desde sexta-feira, quando sofreu uma parada cardiorrespiratória, momentos antes de realizar uma lipoaspiração.

Agência Estado |

Por indicação de uma amiga, Tameka veio ao Brasil especialmente para realizar a cirurgia plástica. Ela chegou na quarta-feira, fez a consulta com o cirurgião Silvio Sterman ¿ médico famoso por atender pacientes internacionais ¿, passou por uma bateria de exames e foi para a mesa de operação no dia seguinte.

Segundo a assessoria de imprensa de Sterman, Tameka estava apta para a operação, que seria realizada no Hospital São Rafael. Porém, logo após a anestesia, Tameka teve uma parada cardíaca e precisou ser submetida a um coma induzido por 24 horas.

Uma das hipóteses para a complicação é a gravidez recente da mulher de Usher. Há menos de dois meses, ela foi mãe e alguns especialistas não consideram indicado o procedimento cirúrgico no pós-parto, quando o risco de reações adversas é maior. Por segurança, Tameka foi transferida para o Sírio Libanês, onde ainda permanece internada, ainda sem previsão de alta.

Usher, às pressas, precisou vir para o Brasil. Chegou no sábado e, segundo as agências internacionais, por isso cancelou a apresentação que faria na festa do Grammy, que aconteceu no domingo. A família do cantor não autorizou divulgação de boletins médicos. Mas o Jornal da Tarde apurou que Tameka passa bem e não corre riscos. A cirurgia plástica é a vitrine brasileira dos procedimentos médicos no exterior. Das 500 mil cirurgias anuais, 2% são em gringos.

    Leia tudo sobre: música

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG