Intempérie - Brasil - iG" /

Mudanças climáticas do planeta inspiram obras de arte da exposição Intempérie

SÃO PAULO - Neste sábado, chega a São Paulo a exposição Intempérie: O Fim do Tempo. A mostra reúne obras de arte que tratam das alterações no clima provocadas pelo aquecimento global. Principalmente na Antártida, onde boa parte das peças foi produzida.

Redação |

A mostra, em cartaz a partir deste sábado (07) na Oca, no Parque Ibirapuera, faz parte da segunda Bienal do Fim do Mundo, que acontece nos meses de abril e maio de 2009 em Ushuaia e El Calafate, no extremo sul da Argentina, e na Antártida.

Na opinião de Marcello Dantas, um dos curadores, a exposição é uma oportunidade de "entrar em contato com algo que diz respeito a todos nós, mas é difícil visualizar". No caso, o aquecimento global.

Divulgação
Estarão expostas obras de quase 30 artistas, entre fotografias e vídeos. Entre os destaques, estão a videoinstalações da americana Andrea Juan ( foto ao lado ) e do holandês Guido van der Werve.

A primeira mostra uma mulher vestida de vermelho no meio do gelo antártico, como se o continente estivesse sangrando. A segunda retrata um homem fugindo de um gigantesco navio quebra-gelo. "As obras retratam situações extremas", explica Dantas.

A Antártida, é bom ressaltar, não é o único local do planeta retratado na exposição. O nigeriano George Osodi, por exemplo, investigou a exploração de petróleo em seu país natal.

"Intempérie - O Fim do Mundo" abre as portas na Oca (Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n, Parque Ibirapuera) neste sábado (07) e fica em cartaz atrás até 12 de abril. De terça a sexta, funciona das 14h às 20h. Sábados, domingo e feriados, das 10h às 20h. A entrada é franca.

    Leia tudo sobre: artes plásticas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG