Múcio toma posse hoje no TCU e poderá diminuir pressão sobre as contas do governo

BRASÍLIA - O Tribunal de Contas da União (TCU) empossa nesta terça-feira o ministro José Múcio Monteiro como membro do colegiado. O ex-articulador político do presidente Lula assume a vaga deixada por Marcos Vilaça, que deixa o tribunal para se aposentar.

Sarah Barros, repórter em Brasília |

Ministro das Relações Institucionais desde novembro de 2007, Múcio substituiu Walfrido dos Mares Guia, quando este foi alvo de denúncias de prática de peculato e lavagem de dinheiro durante campanha eleitoral do hoje senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG). Antes de ser ministro, Múcio ocupava vaga de deputado federal pelo quinto mandato consecutivo, sendo líder do governo na Câmara dos Deputados até 2007.

Agência Brasil
José Múcio Monteiro assume vaga no TCU

A atuação de Múcio no tribunal poderá diminuir a pressão sobre o governo por conta de obras públicas. O último relatório apresentado pelo TCU sobre o tema apontou graves indícios de irregularidades em 19% de 219 obras inspecionadas. As principais irregularidades apontadas são ausência de projeto executivo, licitação irregular, problemas ambientais, sobrepreço e superfaturamento. Do total de 41 obras questionadas, 13 fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Entre as atribuições de Múcio está a análise de supostas irregularidades na atuação de ministros durante os jogos Pan-Americanos de 2006, realizados no Rio de Janeiro.

Ao empossar o substituto de Múcio, Alexandre Padilha, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou que buscará consenso entre líderes parlamentares, empresários e ministros do tribunal para buscar uma maneira de evitar paralisações.

Leia também:

Leia mais sobre Múcio

    Leia tudo sobre: josé múcioministériotcu

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG