Múcio diz que CPI da Real Grandeza causaria tumulto na Câmara

BRASÍLIA - O ministro de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, afirmou, nesta terça-feira, que proposta do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) de propor a CPI da Fundação Real Grandeza causaria tumulto na Câmara. A CPI investigaria os fundos de pensão estatais da usina de Furnas.

Carollina Andrade - Último Segundo/Santafé Idéias |

"O bom é que nós possamos exaurir os esclarecimentos, as dúvidas, os questionamentos para que a CPI seja uma última instância. Não podemos vulgarizar a CPI, nem estabelecer CPI por questões de ressentimento ou de falta de interpretações. Eu sempre fui contra a CPI, acho que é um acirramento de questão", ressaltou o ministro nesta tarde.

Múcio informou ainda que telefonou para o deputado Eduardo Cunha e para os líderes para falar sobre as dificuldades de instaurar uma CPI neste momento. "Mas é uma iniciativa pessoal, este posicionamento não é recente", disse.

Leia mais sobre: Furnas

    Leia tudo sobre: furnas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG