Múcio diz que apoiará Marta no segundo turno em SP

O ministro das Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, afirmou hoje, antes de embarcar para Brasília, que apesar de o seu partido, PTB, estar coligado ao PSDB de Geraldo Alckmin, ele, como ministro, estará com o governo federal no segundo turno, e apoiará Marta Suplicy. Isto, se o presidente Lula autorizar e achar que ele deve participar da campanha do segundo turno.

Agência Estado |

José Múcio afirmou que a postura a ser adotada pelo PTB paulista no segundo turno, em caso de derrota de Alckmin, caberá ao presidente nacional do partido, Roberto Jefferson, e o presidente do partido em São Paulo e candidato a vice do tucano, Campos Machado. Ele acredita que o PTB não adotará uma postura independente. Irá tomar partido por uma das duas candidaturas. "O PTB de São Paulo é ligadíssimo a Alckmin".

Ele considerou "terrível" o fracionamento do PSDB. "Se tivesse o governador Serra, do PSDB, com o Alckmin junto, seria outra coisa", avaliou. "Acho que Serra tem ligações com Kassab, meu sentimento é que faltou unidade". "Quanto mais dividido pior, quanto mais junto melhor", observou.

Múcio votou no início da tarde no Colégio Santa Maria, no bairro de Boa Viagem, e citou o Recife como exemplo do "quanto mais junto melhor". A coligação de apoio a João da Costa (PT) reuniu 16 partidos e contou com apoio do prefeito João Paulo, do governador Eduardo Campos (PSB) e do presidente Lula.

Reunião

Múcio antecipou que a reunião desta segunda em Brasília será para discutir a crise econômica. Era o único dia livre dos ministros Guido Mantega e Henrique Meireles antes de irem para Nova York. Na volta dos dois, o presidente Lula é que estará fora, para visitar a Espanha e a África. O encontro, que começa às 15 horas, será para informar aos deputados e senadores porque o Brasil ainda não foi atingido pela crise internacional. "Não é que estamos imunes, mas ainda não contraímos o vírus da crise". Ele reconhece que não vai dar para não falar sobre política, no dia seguinte às eleições municipais.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG